Se assumir, Temer promete reforma brusca, com mudanças em ministérios


Informações: Folha de São Paulo
                                         Informações: Folha de São Paulo

O vice-presidente Michel Temer (PMDB) avisou a aliados que, se de fato assumir o Planalto após um possível afastamento de Dilma Rousseff, promoverá mudanças na equipe ministerial e anunciará medidas para sinalizar que não entende sua ascensão ao governo como “transitória”.
A avaliação de pessoas próximas ao peemedebista é que, como ele tem sido alvo de críticas e desconfianças, Temer precisa “entrar com o pé na porta” e “mostrar a que veio” para consolidar o apoio de setores estratégicos no Congresso, indústria e mercado.
Aliados admitem que Temer terá pouco “tempo de carência”, o que o obrigará a demonstrar capacidade num curto período, já que não contará com grande tolerância nem com trégua de setores da oposição que irão se erguer caso assuma o governo.

Senhor JESUS CRISTO o nosso único Salvador 
AnteriorPagina Anterior ProximaProxima Pagina Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário