Secretária Julianne Faria assina contratos para construção de casas em Macau e evita que governo devolva dinheiro

A secretária de Trabalho, Habitação e Assistência Social do Estado, Julianne Faria, foi ontem a Macau para assinar contrato com a Prefeitura, que fará a doação de um terreno onde a Sethas, em parceria com o governo federal, vai construir 53 casas populares.
Os benefícios fazem parte do Programa de Subsídio à Habitação Popular (PSH), e nesse caso, referentes ao ano de 2007.
Como as casas não foram construídas, o Estado estava para perder o dinheiro federal, mas com a assinatura dos contratos, as obras terão início no dia 19, xom previsão de três meses para serem concluídas.
Os beneficiários também assinaram a documentação que irá garantir a casa própria através da Companhia Estadual de Habitação (Cehab), órgão vinculado à Sethas.
“Enquanto gestora, só posso dizer da minha enorme satisfação em participar desse momento. Estamos retomando mais de 50 contratos parados desde 2007. Ou seja, quase dez anos depois, estamos aqui para garantir o sonho da casa própria a essas famílias. E desta vez, ele se tornará realidade”, afirmou Julianne Faria.  

Na solenidade onde o prefeito Kerginaldo Pinto, adversário do governo, fez as honras da casa, a secretária Julianne Faria reuniu os ex-prefeitos Afonso Lemos e Zé Antônio Menezes, adversários de Kerginaldo.
Julianne aproveitou a ocasião para almoçar no Restaurante Popular de Macau, mantido pela Sethas, para acompanhar o funcionamento.
Ela disse que encontrou os restaurantes sem dinheiro no caixa, mas que já dispõe de 1,2 milhão que será usado na reestruturação de todos os restaurantes poulares do Estado.
A secretária também fez uma visita à Maternidade José Varela.

                  Senhor JESUS CRISTO o nosso único Salvador
AnteriorPagina Anterior ProximaProxima Pagina Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário