Dr.Cornélio Alves é o novo Desembargador do Tribunal de Justiça do Rio Grande.


O juiz da 4ª Vara Criminal de Mossoró, Cornélio Alves de Azevedo Neto, toma posse amanhã, às 8h, antes do início da sessão administrativa do Pleno, como novo desembargador do Tribunal de Justiça do Rio Grande. Ele foi eleito para o cargo com a nota de 1.363,9 pontos, após a contagem de pontos atribuída pelos desembargadores do TJRN a 13 juízes de primeiro grau que tiveram suas inscrições deferidas para participarem deste processo de promoção ao segundo grau do Judiciário estadual pelo critério de merecimento.
Outros dois magistrados compuseram a lista tríplice. Em segundo e terceiros lugares ficaram, respectivamente, os juízes Cícero Macedo e Sandra Elali, com 1.326,8 e 1.307,3 pontos. A sessão teve duração de aproximadamente três horas.
“Este é um momento importante para o Judiciário do Rio Grande do Norte com a escolha de um magistrado que irá trazer além do seu conhecimento e vivência jurisdicional, contribuições para os julgamentos, sacudindo a jurisprudência e renovando nossa Justiça”, observou o presidente do TJ potiguar, desembargador Claudio Santos. Ele ressaltou que a íntegra dos votos dos desembargadores estará publicada no site do Tribunal, à tarde, e que em seguida deve nomear o novo desembargador para o cargo.
Também concorreram nesta avaliação e votação os magistrados Alceu Cicco, Eustáquio Freire, Francimar Dias, Francisco Seráphico da Nóbrega, Henrique Baltazar, Jarbas Bezerra, Jorge Meira, José Dantas de Paiva, Neíze Fernandes e Suely Silveira. Os critérios avaliados foram os de desempenho, produtividade, presteza na execução das funções, aperfeiçoamento técnico e adequação da conduta ao Código de Ética da Magistratura Nacional.
Votações
Os três candidatos com notas mais altas pelo desembargador Amaury Moura, decano do TJRN e que iniciou o processo de votação, foram Cornélio Alves, Cícero Macedo e Sandra Simões. A colega Judite Nunes em ordem decrescente aplicou maiores notas a Cornélio Alves, Seráphico Nóbrega e Sandra. O presidente de Corte, Claudio Santos, concedeu maiores notas a Cornélio, Seráphico e Cícero Macedo.
A votação prosseguiu com os votos dos desembargadores Expedito Ferreira, que teve entre os três mais pontuados: Seráphico, Cornélio e Cícero Macedo; João Rebouças votou nos juízes Cornélio Alves, Cícero e Sandra Elali; o par Vivaldo Pinheiro em Cornélio Alves, Cícero Martins e José Dantas de Paiva.
Os três candidatos com notas mais altas pelo desembargador Saraiva Sobrinho foram Cornélio Alves, Cícero Martins e José Dantas de Paiva. Os dois candidatos com notas mais altas pelo vice-presidente da Corte, Amílcar Maia foram Cornélio Alves, Cícero Martins. José Dantas e Sandra Elali ficaram empatados na terceira posição. Já o desembargador Dilermando Mota votou em Cornélio Alves, Sandra Elali e Francisco Seráphico.
O desembargador Virgílio Macêdo Jr. concedeu maiores pontuações a Cícero, Cornélio e Sandra. A colega Zeneide Bezerra também votou nesses três candidatos. Na sua vez de votar, o desembargador Ibanez Monteiro conferiu maiores notas a Cícero e Cornélio, empatados nos pontos, e José Dantas. Glauber Rêgo votou em Cornélio, Cícero e Sandra, e Gilson Barbosa votou em Cornélio, Cícero e Sandra.
 Fonte: TJ/RN
            Senhor JESUS CRISTO o nosso único Salvador
AnteriorPagina Anterior ProximaProxima Pagina Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário