quinta-feira, 16 de abril de 2015

Dilma empossou o novo ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, visando a preparação do setor para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR.

Dilma empossou o novo ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, visando a preparação do setor para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Dilma empossou o novo ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, visando a preparação do setor para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR.
O processo de inclusão social ocorrido no Brasil nos últimos 12 anos fez com que a população brasileira se tornasse um grande mercado consumidor de serviços turísticos, afirmou a presidenta Dilma Rousseff nesta quinta-feira (16), ao dar posse ao novo ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, que, segundo ela, vai coordenar os novos desafios da pasta, como as Olimpíadas e as Paraolimpíadas de 2016.
Sobre o crescimento do mercado brasileiro, apenas na aviação, “a expansão de passageiros que usam avião dá uma boa ideia de quanto avançamos nessa área”, disse ela, apontando um salto 85,5 milhões de passageiros em 2010 para 117 milhões em 2014. Em 2003, esse número era de apenas 36 milhões de pessoas.
Nesse cenário, a indústria do turismo já responde por quase 4% do Produto Interno Bruto do País e mantém cerca de três milhões de empregos diretos. Mas, mesmo tendo desenvolvido a indústria do turismo nos últimos anos, o Brasil tem ainda muito espaço para crescer nessa atividade, lembrou a presidenta.
“Todos aqui vão concordar que nosso País tem que melhorar e oferecer ao nosso turista são bens imateriais: receptividade, beleza natural de nosso País. Mas, nós temos todas as condições de combinar – isso, que é um bem imaterial – aos bens materiais”, como a qualidade da infraestrutura desportiva, da infraestrutura de transporte, da infraestrutura de hospedagem. “Isso tudo combinado, faz inteira diferença”, enfatizou.

Para atender a essa imensa demanda, o governo fez concessões em obras públicas em aeroportos e, para qualificar o mercado consumidor espalhado pelo território continental do País, está ampliando a aviação regional, com a ampliação de destinos e a criação de novos produtos para os novos consumidores, tarefas que Dilma Rousseff disse ter certeza de o ministro Henrique Eduardo Alves desempenhará bem.


                  Senhor JESUS CRISTO o nosso único salvador

Nenhum comentário:

Postar um comentário