segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Parabéns Martins pelos seus 173 anos de História, 1841. Parabéns ao Fundador Francisco Martins Roriz, 1743. Parabéns Prefeita Olga Fernandes 2014

Amanhecer Morada dos Ventos-Martins-RNgggh  Parabéns Martins, pelos seus 173 Anos, Fundador Francisco Martins Roriz 1841.

Amanhecer Morada dos Ventos-Martins-RNgggh        Parabéns Martins, pelos seus 173 Anos, Prefeita Olga Fernandes 2014

10682364_700627506695229_4953589737702114290_oEm 20 de julho de 1736, Aleixo Teixeira, capitão-mor da Aldeia de São João do Apodi dos Tapuias Paiacus (atual Apodi), recebeu a carta de data da sesmaria de terras no alto da serra conhecida como Serra do Campo Grande (assim chamada em virtude da proximidade da povoação de Campo Grande), posteriormente conhecida como Serra da Conceição.

Seis anos depois, Francisco Martins Roriz, habitante da Ribeira do Jaguaribe, na capitania do Ceará-Grande, fundou, no alto da serra ainda inabitada, uma fazenda, que passou a ser conhecida pelo nome de seu proprietário. A denominação logo passou à de todo o conjunto da Serra do Martins.

Graças ao seu desenvolvimento vagaroso, mas contínuo, a povoação do alto da serra tornar-se-ia, um século depois, vila e em seguida município, com o nome de Maioridade, de 10 de novembro de 1841), a segunda vila do extremo ocidental da província do Rio Grande do Norte, assim nomeada em homenagem à maioridade antecipada do Imperador Dom Pedro II, ocorrida no ano anterior. A Comarca de Maioridade seria instalada no ano seguinte, sendo a terceira de toda a província (após a Comarca do Rio Grande do Norte, com sede em Natal, separada da Comarca da Paraíba em 1818, e a Comarca de Açu).

O novo município estendia-se por metade de todo o extremo oeste da província do Rio Grande do Norte, limitando-se ao norte com o de Apodi, a oeste com o de Portalegre, e a sul e a leste com os municípios paraibanos de Sousa e Catolé do Rocha, respectivamente.

Em 1847, o município passa a ser denominado Cidade da Imperatriz, em homenagem à Imperatriz D. Teresa Cristina de Bourbon-Duas Sicílias. A alteração do regime, com a Proclamação da República, leva ao resgate do nome antigo e definitivo do município, que passa a ser denominado Martins em 1890.

DSC_0021 O Sobrado foi construído pelo Tenente José de Sousa Martins Pereira e sua obra foi concluída no ano de 1871. Esse prédio chegou à posse do grande tribuno abolicionista e Senador da República, Dr. Almino Álvares Affonso, casado com uma das herdeiras, Abigail que, não tendo nenhuma utilidade para o imponente sobrado, fez doação ao município para fins educativos e nele funcionou, inicialmente, o Orfanato Abigail Afonso e, mais tarde, a Escola Comercial de Martins/RN

Novo Logotipo2 - Prefeitura de Martins - Cópia

                               Senhor JESUS CRISTO o nosso único salvador

Um comentário:

  1. EyKKmc I truly appreciate this post.Really looking forward to read more.

    ResponderExcluir